SGBD vs BancoS de dados

Uma das principais dúvidas de iniciantes na área de banco de dados é a diferença entre bancos de dados e SGBD. Inicialmente vamos aos conceitos formais de cada um deles. O Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados (SGBD) é definido por (ELSMARI e NAVATHE, 2010) como um conjunto de programas que são responsáveis pelo gerenciamento de um ou um conjunto de bancos de dados. Pode-se dar como exemplos de SGBD: MySQL, Postgres, Firebase, Oracle e SQL Server. Já o banco de dados é um conjunto de dados relacionados armazenados em uma modelagem projetada para atender os requisitos de um determinado problema. Um exemplo de banco de dados é por exemplo o banco de dados de um sistema de RH ou do setor financeiro da sua empresa.

Qual A principal função de um sgbd?

O SGBD tem como principal função garantir o armazenamento e a utilização de dados armazenados por aplicações, outros SGBDs e usuários. A manipulação desses dados é solicitada por esses agentes utilizando uma linguagem estruturada de consultas, conhecida como SQL (Structure Query Language). O SGBD processa os comandos recebidos e retorna o resultado por meio de um serviço (Cliente / Servidor).

Porém você deve está se perguntando, como são organizadas todas essas informações no SGBD?

Todos os dados de administração ou necessários para a gestão dos bancos de dados gerenciados pelo SGBD, são armazenados em arquivos reservados conhecidos como metadados. Todos os outros dados são armazenados em arquivos dedicados para esse fim.

Figura 1. Diagrama das principais interações do SGBD e suas utilizações nas integrações e interações com agentes externos.

COMO SÃO ORGANIZADOS OS DADOS ARMAZENADOS PELA APLICAÇÃO OU PELOS USUÁRIOS ?

Agora que já entendemos como o SGBD organiza internamente os arquivos e sua principal função (de uma forma bem genérica), nos resta entender como ele organiza os dados dentro dele. Imaginemos por exemplo que um SGBD pode armazenar dados de diversos sistemas de uma empresa.

Como será que ele faz para não misturar os dados de um sistema com o de outro?

Existe internamente nele uma hierarquia de elementos de armazenamento de dados. Podemos criar uma classificação do mais genérico para o mais específico como: bancos de dados, tabelas e tuplas. Posso fazer uma analogia com o seu armário do seu quarto. O banco de dados seria como se fosse o seu armário de roupas, as tabelas como se fossem as suas gavetas e as tuplas como se fossem suas roupas. Todo banco de dados precisa ser criado por meio de um Modelo de Entidade Relacionamento (MER). Esse modelo criado por um analista vai orientar como o SGBD deve armazenar aqueles registros de dados ou tuplas ou roupas na nossa abstração. Pode-se dizer que o modelo seria como um projeto de criação do armário que informa como seriam construidas as gavetas, o que seriam armazenados em cada uma delas e como elas deveriam se comportar frente as requisições de manipulação dos dados ou roupas armazenadas.

Segue um vídeo curto sobre essa diferença entre esses dois importantes conceitos da área: SGBD e banco de dados.

Publicado por

Felipe Torres

Amo programação em Python e PHP, análises de dados, plotar gráficos em R e fazer páginas web, séries, livros, games, filmes e músicas. Traduzindo, aquele NERD nato rsrsrs. Sou motivado por desafios, nas horas vagas nunca nega uma roda de capoeira ao toque do berimbau ou uma partida de lolzinho.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.